segunda-feira, 8 de julho de 2013

Tour: Balanço da primeira semana.

Dia de folga na Volta a França, hora de fazer o primeiro balanço da corrida. Até ao momento a 100ª edição da corrida tem sido bem interessante, tendo proporcionado já alguns dias de bom espetáculo. A etapa de chegada a Marselha foi aquela que menos animação teve, por contraponto à etapa de ontem, com chegada a Bagnéres-de-Bigorre que foi um autêntico recital de bom ciclismo. 
Foome e Sagan são até ao momento os ciclistas que mais se destacaram, com o britânico a liderar a prova já com uma vantagem muito importante, enquanto o eslovaco para além de também já ter vencido uma etapa, lidera a classificação da regularidade com uma vantagem quase irrecuperável para os seus adversários. Quem também está em destaque é Pierre Rolland, ciclista francês que lidera a classificação da montanha. Na juventude lidera Nairo Quintana, no entanto o polaco Michal Kwiatkowski também se tem mostrado muito bem, tendo feito nos primeiros lugares em várias etapas. Pela negativa há que destacar principalmente Alberto Contador, que perdeu muito tempo na primeira chegada em alto, podendo ter aí hipotecado uma possível nova vitória na corrida. No entanto, não está para já afastado dessa hipótese, como os casos de Evans, Van Garderen ou Andy Schleck. Todavia, destes três nomes, saúde-se ainda assim a disponibilidade de Andy, que está a fazer a sua melhor prova em mais de um ano. Já Van Garderen é mesmo a maior desilusão da corrida até ao momento. 
Realce-se também o facto da Sky não se estar a apresentar tão forte como no ano passado, tendo mostrado fraquezas evidentes na segunda etapa dos Pirinéus. Isto poderá deixar alguma esperança aos adversários de Froome, para a última semana da prova. Ainda assim, parece-me evidente que Froome se mostra como o mais forte de todos, e será mesmo preciso uma união muito grande de esforços e ataques cerrados para quebrar as forças do britânico. 
A segunda semana que se avizinha será essencialmente uma semana de transição, onde os sprinteres deverão ter o protagonismo. Contudo, pelo meio será preciso disputar o primeiro contra-relógio individual, prova que provavelmente levará a algumas mexidas importantes na geral, e onde muito provavelmente Froome deverá alargar a sua vantagem sobre toda a concorrência. 
Quanto aos portugueses, Rui Costa tem estado em bom destaque na prova. Apesar de se ter envolvido em algumas quedas na primeira semana, este bastante bem nos Pirinéus, ocupando já um lugar no TOP 10, e podendo subir mais algumas posições depois do contra-relógio da próxima quarta-feira. Já Sergio Paulinho tem-se apresentado mais discreto, algo já esperado pois a tarefa de Sergio é bem diferente da de Rui Costa. Ainda assim, veremos se o Sério aparece mais vezes na terceira semana da prova, altura em que a sua ajuda para Alberto Contador poderá ser muito importante. 

Classificações à 9ª etapa:

Geral
1.GBRFROOME Christopher1SKY PROCYCLING36h 59' 18''
2.ESPVALVERDE Alejandro121MOVISTAR TEAM37h 00' 43''+ 01' 25''
3.NEDMOLLEMA Bauke164BELKIN PRO CYCLING37h 01' 02''+ 01' 44''

Pontos
Montanha
Juventude
1.COLQUINTANA ROJAS Nairo Alexander128MOVISTAR TEAM37h 01' 20''
2.POLKWIATKOWSKI Michal153OMEGA PHARMA-QUICK STEP37h 02' 43''+ 01' 23''
3.FRABARDET Romain82AG2R LA MONDIALE37h 06' 27''+ 05' 07''
Equipas
1.ESPMOVISTAR TEAM110h 11' 29''
2.DENTEAM SAXO-TINKOFF110h 15' 40''+ 04' 11''
3.NEDBELKIN PRO CYCLING110h 16' 51''+ 05' 22''
A etapa de amanhã deverá terminar provavelmente com uma chegada ao sprint, podendo o vento ser o único animador do dia, caso venha a soprar intenso e lateralmente. 

Favoritos segundo "o maestro"

***** M. Cavendish
**** A. Greipel, M. Kittel
***  P. Sagan, A. Kristoff, F. Gavazzi
**   D. Poopel, J. Rojas, J. Lobato, J. Degenkolb

Sem comentários:

Enviar um comentário